A notificação 5G prevê um intervalo de 4 a 6 anos para a oferta pública de compartilhamento de espectro

As operadoras que não comprarem espectro em leilões 5G terão que esperar de quatro a seis anos após o término do leilão para poderem utilizar o espectro não ocupado. É essa, pelo menos, que se baseia o projeto de edital de venda das bandas 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz, que está em análise no Tribunal de Contas da União (TCU).

De acordo com as regras aprovadas pela Anatel no projeto de parecer, a oferta pública deve ser realizada a partir de 1º de janeiro de 2026 para as frequências de 700 MHz, 2,3 GHz e 26 GHz em todos os municípios onde não são utilizadas. Para a banda premium 5G, esse período pode ser ainda maior, pois a oferta pública só será obrigatória dois anos após a data prevista para o início de sua utilização. E, de acordo com o cronograma aprovado, o 5G começa a ser instalado nas capitais brasileiras um ano de nove meses (300 dias) após a assinatura dos contratos com a Anatel e com metas de expansão até o início de 2026.

PUBLICIDADE

Isso significa que, se tudo correr bem e o cronograma for rigorosamente cumprido (sem problemas de limpeza da pista), a oferta pública da frequência de 3,5 GHz para que outros jogadores ocupem o espectro não utilizado começará no final de 2025. e terá início não será concluído até 2028. Esses prazos estão descritos na seção 10.1 do Anexo 4 do edital.

Caso a caso

O superintendente de Subsídios e Prestação de Serviços da Anatel, Vinicius Caram, disse à Tele.S Synthesis que o prazo do edital é para licitações obrigatórias para todas as operadoras que adquiriram as frequências. “Mas nada impede que essas empresas façam acordos prévios”, observou.

Salientou que o novo Regulamento de Utilização do Espectro (RUE) que está a ser elaborado vai estimular novas parcerias e mesmo novos compromissos na ocupação principal, permitindo antecipar novas utilizações para estas frequências e outras já comercializadas.

About admin

Check Also

Em breve, o Microsoft Edge permitirá que você envie guias entre o Windows 10 e o Android

O navegador Edge da Microsoft rapidamente se tornou um dos navegadores de desktop mais populares. …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *